MP Mapa Contabilidade

Notícias

Brasil em realista e simplória análise

Segundo o escritor e professor francês, Thomaz Piketty, em seu último livro “CAPITAL E IDEOLOGIA”, onde ele descreve que o Capitalismo após a crise econômica agregada ao período da Pandemia da COVID-19

“Os investidores precisam rever a situação do BRASIL, pois a tendência é de agravamento dos fatos” (Elenito Elias da Costa e LEVY DA COSTA).

Segundo o escritor e professor francês, Thomaz Piketty, em seu último livro “CAPITAL E IDEOLOGIA”, onde ele descreve que o Capitalismo após a crise econômica agregada ao período da Pandemia da COVID-19, elevou as DESIGUALDADES SOCIAIS, e isso poderá se transformar num CAOS indesejável para diversos Governos.

Vejamos no caso BRASIL, onde o atual Governo ainda não tem um Planejamento Estratégico para conter os problemas sociais, econômicos, políticos que se agravam aceleradamente.

Achar que as queimadas há de elevar a nossa economia primária e nos tornarmos celeiro da humanidade, é de uma mediocridade insana, já que por anos exportamos produtos primários e estamos em posição declinante, é um RISCO indesejável, já que dependemos do capital externo.

Apostar todas as nossas fichas na recuperação econômica e no capitalismo americano, com o RISCO de eleição de BIDEN, agrava o RISCO.

INSULTAR nossa maior parceira comercial e nosso investidor corresponde a uma ação insana e impensada.

A crise Econômica as deficiências existentes na Saúde e na Educação, o Desemprego, Queimadas, os problemas políticos e sociais são algumas das dificuldades que estamos vivenciando, e o mais grave nos fazendo perder TEMPO em acreditar que os Poderes Constituídos poderão resolver tais problemas, é simplesmente lamentável.

Devemos entender que o SISTEMA é altamente conservador e sabe perfeitamente como utilizar seus imensos recursos para conter e controlar determinadas insatisfações, desde a liberação de recursos públicos até o uso lúdico de sobrevivência da população.

A guerra comercial entre EUA e CHINA, essa briga de cachorro grande, deve o BRASIL se manter afastado e não tomar partido, pois a CHINA é o maior parceiro comercial, exporta materiais e produtos para o Brasil, será a maior economia do mundo, tem a melhor tecnologia do 5G, tem sérios investimentos no Brasil, mas parece que as autoridades e os poderes constitucionais não conseguem perceber.

O ano de 2020 está sendo um ano atípico, e com diversas economias em situação deficitária, no caso especifico do Brasil houve um desembolso maior que o esperado tendo em vista os programas assistenciais, e considerável redução na arrecadação, o que deve comprometer o ORÇAMENTO de 2021, onde o FMI já desponta com índices da economia negativos.

Estamos num momento em que deveríamos rever nosso Planejamento e buscar uma adequação, pois o ano seguinte poderá ser seguido de um agravamento da economia.

Gostaríamos muito de relatar fatos diferentes e satisfatórios, mas diante do atual cenário e das perspectivas futuras devemos rever nossas considerações e quiçá aconteça algo milagroso que possa mudar esse quadro negro.

Devemos entender que o problema do Brasil se resume numa frase simples, A NECESSIDADE DE INVESTIMENTO DO CAPITAL EXTERNO é um fato verossímil.

AUTORES: Elenito Elias da Costa e LEVY DA COSTA

Últimas Notícias

  • Empresariais
  • Técnicas
  • Estaduais
  • Artigos
  • Melhores

Agenda Tributária

Período: Novembro/2020
D S T Q Q S S
01020304050607
08091011121314
15161718192021
22232425262728
2930

Cotação Dólar