MP Mapa Contabilidade

Notícias

Ações do LIVRES reduzem impactos na saúde mental

Nunca se falou tanto em saúde mental

Autor: Renata RosaFonte: A Autora

Nunca se falou tanto em saúde mental. A pandemia só agravou uma situação que era alarmante e, não por acaso, a desesperança é um dos fatores mais presentes na população atendida pelas equipes do Instituto LIVRES no sertão do Piauí, região nordeste do Brasil.

Apesar das grandes campanhas como Setembro Amarelo, de combate ao suicídio, e de outras como a do Dia Mundial da Saúde Mental, comemorado em outubro, o tema deve ser prioridade da agenda política e corporativa.

A Covid-19 fez não só com que ansiedade, fobias, depressão e outros transtornos se agravassem, mas também trouxe novas questões a serem enfrentadas. Entendendo o contexto e a grandeza do impacto da saúde mental na estrutura familiar e social, a liderança do LIVRES intensificou o acompanhamento aos atendidos, mesmo com a redução da arrecadação e drástica queda de mais de 50% nas doações.

Com as ações, as estimativas do LIVRES apontam uma sensível redução das mazelas da população nas regiões contempladas pelas ações locais.

Hepatite, giardíase, amebíase, leptospirose, cólera, ascaridíase ou lombriga e febre tifoide são algumas das doenças combatidas graças ao Mais Água, um grande projeto que beneficia mais de 31 comunidades por meio de soluções de acesso à água limpa e potável, por meio de sistemas dessalinizadores.

“Só de eliminar essas enfermidades, já causamos um impacto na qualidade de vida das famílias, o que alivia os dissabores e complicações causados pela pobreza e falta de acesso à saúde básica no sertão nordestino. Juntos, temos transformado a realidade de famílias e unidos lutamos contra a fome, sede, doenças e contra todo tipo de vulnerabilidade social no sertão”, afirma o CEO do LIVRES, Clever Murilo Pires.

Para que crianças e jovens tenham melhores condições de vida, o projeto Livre Ser Sertão implementa tecnologias sociais de desenvolvimento e promove espaços de socialização e diálogo. Já o Missão Livres, garante atendimento psicossocial, trabalhos voluntários, aconselhamento e alento a pessoas com sintomas de transtornos psicológicos. Por meio de recursos de entidades e empresas parceiras, o LIVRES também faz a doação de cestas básicas às famílias da região.

“Acredito que não só no LIVRES, mas todas as instituições do terceiro setor têm como principal pilar de suas ações, o amor pelo próximo. Hoje, a nossa missão vai muito além de itens para a sobrevivência. Nos tornamos agentes responsáveis por levar palavras de otimismo e de esperança para o futuro pós-pandemia dessas famílias”, disse ele.

Insegurança alimentar e a saúde mental

O Inquérito Nacional sobre Insegurança Alimentar no Contexto da Pandemia da Covid-19 no Brasil, realizado pela Rede Brasileira de Pesquisa em Soberania e Segurança Alimentar e Nutricional (Rede Penssan) e divulgado pela Agência Brasil traz dados desse cenário.

Cerca de 19 milhões de brasileiros passaram fome e mais da metade dos domicílios no país enfrenta algum grau de insegurança alimentar. A pesquisa levantou que 55,2% dos lares brasileiros, ou o correspondente a 116,8 milhões de pessoas, passaram por algum grau de insegurança alimentar no final de 2020 e 9% deles vivenciaram insegurança alimentar grave.

Esse cenário mostra que o número de pessoas nessa situação dobrou desde o registro de 2009 e voltou ao nível que se encontrava o Brasil em 2004. “O LIVRES tem um longo histórico de combate à fome e de ajuda a pessoas carentes no sertão nordestino. Temos estudos que comprovam o quanto as incertezas e a fome são propulsoras de transtornos como ansiedade e depressão”, afirma o CEO.

Recentemente, visando ampliar essas ações, o Instituto Livres, através de uma parceria com a Indústria Fox, obterá recursos para os seus programas no sertão através da reciclagem de lixo eletrônico.

Através da coleta do lixo eletrônico, a Indústria Fox dará a destinação correta a ele. Todo o recurso captado nessa ação será destinado às ações que o Livres realiza no sertão, como a distribuição de água potável e toneladas de alimentos para a população sertaneja.

“Dessa forma, podemos conter o avanço do acúmulo de lixo eletrônico, fazer a destinação correta sem agredir o meio ambiente e, para completar, transformar vidas no sertão nordestino”, explica Clever.

Sobre o Instituto LIVRES

O instituto LIVRES é uma organização da sociedade civil sem fins lucrativos, que atua desde 2006 de forma efetiva para a transformação da vida de pessoas e comunidades em situação de vulnerabilidade e alto risco.

Em 2005, sensibilizado com a realidade do tráfico e exploração infantil, Juliano Son gravou um CD com o propósito de promover e apoiar financeiramente projetos e ações que resgatam crianças desse sistema de violência e injustiça. Desde então, tem anunciado as injustiças e mazelas da nossa sociedade, bem como as oportunidades para que essa realidade seja transformada.

Clique, acesse o site e conheça os detalhes do trabalho realizado, projetos, parceiros, relatórios de transparência, notícias, além de outros conteúdos exclusivos.

Últimas Notícias

  • Empresariais
  • Técnicas
  • Estaduais
  • Artigos
  • Melhores

Agenda Tributária

Período: Janeiro/2022
D S T Q Q S S
      01
02030405060708
09101112131415
16171819202122
23242526272829
3031

Cotação Dólar